Porque devemos pensar em aposentar desde jovens?

Você já deve ter percebido que a aposentadoria é um dos assuntos mais quentes do momento. E não é para menos: com as incertezas provocadas pelas discussões sobre a Reforma da Previdência, mais pessoas passaram a pensar em aposentar desde cedo.

A verdade é que, com a expectativa de vida dos brasileiros aumentando ano após ano, será cada vez mais difícil para o INSS manter o valor das aposentadorias em um patamar que permita uma aposentadoria tranquila. Por isso, as medidas propostas tendem a dificultar e adiar ainda mais o acesso ao benefício.

Quem está começando a planejar o seu futuro, portanto, não deve pensar em aposentar apenas com a previdência oficial. Existe um leque variado de opções que podem ajudar você a construir o seu pé de meia, como planos de aposentadoria privada, ações, fundos ou títulos públicos, dentre outros, mas o importante é começar já. Entenda o porquê:

Menores sacrifícios

Quanto mais cedo você começa a investir, melhor. Logicamente, quanto maior o período do investimento, maior o valor poupado e, portanto, melhor será a sua aposentadoria.

Mas se observarmos por outro ponto de vista, caso a intenção seja atingir uma meta específica de poupança, quanto mais tarde você começar, maiores serão as dificuldades para alcançar os resultados, pois o percentual da renda destinado aos investimentos deverá ser maior.

Possibilidade de assumir maiores riscos

Outra vantagem de pensar em aposentar desde jovem é que, com um prazo maior, há mais tempo para se recuperar de eventuais perdas no mercado financeiro. Neste cenário, é possível arriscar em aplicações mais arrojadas, como em ações, e com isso aumentar a rentabilidade.

Especialistas na área estabeleceram um cálculo para apontar quanto dos investimentos deve ser direcionado para a renda variável, conforme a idade. Para perfis mais arrojados, é indicado o cálculo de “80 menos a idade”. Ou seja, um investidor de 25 anos de idade poderia investir 55% do dinheiro no mercado de ações.

Para os mais conservadores, o cálculo é de “70 menos a idade”, o que aumentaria os recursos destinados à renda fixa. Em ambos os casos, com o passar dos anos, o percentual de risco cairia gradativamente.

INSS

Se você é profissional liberal, empresário ou exerce outra atividade onde você tem a opção de pagar o mínimo do INSS você deve optar por essa forma, pois o valor para se ter garantia do INSS é muito maior do que se você mesmo fizer particularmente essa proteção através de coberturas de doença e invalidez tanto temporária quanto vitalícia, mas sobre esse assunto falaremos mais profundamente em outros textos daqui do blog.

Renda diversificada

Existe um vasto material para os que desejam aprender a investir. Para quem não quer se tornar especialista, ainda existem boas opções, como os fundos de investimento e os planos de previdência privada mas se você quer se aprofundar mais nesse assunto leia nosso e-book clicando aqui sobre planejamento financeiro.

De qualquer forma, é importante manter o hábito de monitorar periodicamente as aplicações de longo prazo, verificando se a rentabilidade está dentro do esperado. É possível, ainda, contar com uma assessoria especializada para mudar o direcionamento de suas economias, aumentando o potencial de ganhos e evitando prejuízos.

Há várias razões para pensar em aposentar desde jovem. É importante garantir que a renda da aposentadoria seja semelhante ao último salário recebido, para evitar uma queda brusca na qualidade de vida. A previdência oficial não parece ter fôlego para garantir tais condições no futuro.

Mesmo que pareça, não é tarde demais para pensar em aposentar, pois cada valor investido fará diferença. Então, se você ainda não começou, não perca tempo.

Não deixe de seguir nossos perfis no FacebookTwitter e Instagram e confira conteúdos que vão ajudar você a construir seu futuro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *